Vinte anos da inclusão da Acupunturiatria como especialidade médica

 
 
Prezados colegas e amigos,
 
Neste 11 de Agosto completamos vinte anos da inclusão da Acupunturiatria como especialidade médica pelo Conselho Federal de Medicina. 
 
Obviamente, já éramos especialidade médica muito antes disso; desde 20 de Junho de 1984 – data de nossa pedra fundamental – já estávamos organizados coletivamente, institucionalizados frente à sociedade e às autoridades do país, por meio de uma entidade médica brasileira de acupunturiatras.
 
Mas o Conselho Federal de Medicina, sempre muito cuidadoso e prudente em suas decisões, preferiu solicitar e aguardar importantes progressos institucionais para nos incluir. Assim, fomos implantados como prática médica no SUS, em 1988; fomos declarados no status de ato médico pelo mesmo CFM, em 1992; fomos admitidos em várias faculdades de medicina, em disciplinas optativas e ligas, e, principalmente, em muitos ambulatórios de hospitais universitários. 
 
Assim, frente a tantos progressos marcantes e fundamentais, o CFM, em sessão plenária solene nos incluiu como especialidade médica, investida de todas as prerrogativas, em 11 de agosto de 1995. 
 
Desde então, nosso caminho vem sendo uma sucessão de vitórias – suadas, custosas, trabalhosas e... preciosas, dignas e coletivas.
 
Onze de agosto é um dia de recordar e comemorar no coração e na mente.
 
E, assim, nos nutrirmos para esse trabalho de construção e aperfeiçoamento que não cessa, que nos chama todos os dias, alguns mais suaves, outros muito ásperos e desgastantes mesmo. Mas por amor a uma grande causa justa, cada vez somos mais.
 
Que possamos ter um caminho de união cada vez mais harmônica em torno da grande meta de nosso trabalho: a plena consolidação de nossa especialidade desenvolvida em favor dos que sofrem.
 
Abraços a todos,
Fernando Genschow